O que é uma startup de tecnologia social?

 

Vivemos em um mundo extremamente conectado, onde a inovação vem ganhando cada vez mais adeptos e fomentadores. De certa forma, isso pode ser um benefício para a nossa sociedade, e uma das maneiras de fazer isso é por meio da criação de uma startup de tecnologia social.

Sim, a tecnologia que hoje está presente em praticamente todos os âmbitos de nossa vida pessoal e profissional, também pode ajudar a melhorar a vida e as condições sociais de milhares de pessoas e causas.

Isso vem atraindo muitos empreendedores que desejam criar um negócio que não tenha a obtenção de lucros como único objetivo, mas que também tenha um propósito e cause um impacto social importante.

Por esse motivo, estamos vendo diversas empresas que nascem com um propósito bem definido, colaborando com uma causa, o que é o caso da AltruS, que tem a missão de conectar pessoas que desejam ajudar iniciativas sociais que precisam de ajuda, mas que não sabem por onde começar.

Quer entender melhor o que é e como funciona uma startup de tecnologia social e qual é exatamente o trabalho da AltruS? Continue lendo este artigo!

O que é uma startup?

Com certeza você já ouviu a palavrinha startup por aí, e até sabe que se trata de um empreendimento que está começando e que conta com muita inovação. Mas você sabe exatamente o que é uma startup? Vamos explicar pra você!

Bom, como já dissemos, a inovação é o ponto chave para uma nova empresa ser considerada como uma startup e outras características importantes são: a utilização de um modelo de negócios repetível e escalável e o foco em solucionar o problema do cliente de uma forma rentável.

As startups costumam ter valores muito bem definidos, sejam elas sociais ou não, e isso é o que atrai as pessoas que começam a trabalhar no projeto, que se identificam com o propósito e valores e trabalham duro para fazê-lo acontecer.

O que é tecnologia social?

De acordo com o ITS Brasil (Instituto de Tecnologia Social), a tecnologia social é um “Conjunto de técnicas, metodologias transformadoras, desenvolvidas e/ou aplicadas na interação com a população e apropriadas por ela, que representam soluções para inclusão social e melhoria das condições de vida”.

Ou seja, é quando utilizamos a tecnologia a favor da população, oferecendo soluções que tenham algum tipo de impacto e relevância social, o que pode abranger inúmeras causas.

Na prática, é simples: a tecnologia desenvolvida permite a melhora das condições de vida de alguém ou a divulgação e crescimento de uma causa? Partindo dessa pergunta, fica mais fácil identificar uma tecnologia social.

Como funciona uma startup de tecnologia social?

Uma startup de tecnologia social se inicia a partir de um problema social identificado e da busca por formas de solucioná-lo por meio da tecnologia e colaboração.

Existem diversos modelos de startup de tecnologia social no mercado e cada uma tem o seu próprio modo de funcionamento, mas vamos dar o exemplo da AltruS.

O problema que os fundadores da AltruS identificaram, foi o de que muitas pessoas querem se engajar em atividades voluntárias, ajudando instituições, mas não sabem por onde começar ou como encontrar e escolher entidades sérias que precisam de ajuda.

Desta forma, eles criaram uma plataforma de engajamento social, que permite que seus usuários se cadastrem e busquem instituições de confiança, geograficamente próximas, que estão precisando de voluntários. Por meio de um sistema de ‘match”, a plataforma encontra e indica as ONGs mais adequadas ao perfil de cada usuário.

Quer se juntar à AltruS? Clique aqui e cadastre-se.

Quer saber mais sobre a história da AltruS? Confira essa matéria que saiu no Portal R7 e entenda como tudo começou!


;
;