Castração de cães e gatos: como proteger os animais do abandono nas ruas

A superpopulação de cães e gatos é um problema de saúde pública que atinge diversas cidades do Brasil. Os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), de 2014, estimam 30 milhões de animais vivendo nas ruas do país. Como proteger os animais torna-se, assim, um desafio para toda a sociedade.

Um dos caminhos para evitar o crescimento do número de cães e gatos abandonados nas ruas é incentivar a castração dos animais. O procedimento é simples e fundamental para evitar o nascimento de novos filhotes em ninhadas indesejadas.

Para se ter ideia da importância da castração, um único casal de cachorros pode gerar o incrível número de mais de 80 milhões de filhotes em 10 anos, segundo estudo da American Humane Association. Basta levar em consideração que é possível ter 2 crias por ano e uma média de 2 a 8 filhotes por cria.

Como funciona a castração de animais?

A castração é uma cirurgia que pode ser realizada em cães e gatos, machos e fêmeas, para impedir que se reproduzam sem controle. A operação consiste na retirada do útero, trompas e ovários, no caso das fêmeas, e dos testículos, no caso dos machos.

A cirurgia deve ser feita por veterinários habilitados e é totalmente indolor, pois é aplicada anestesia geral. Por isso, a castração se torna uma forma importante de como proteger animais e evitar a situação de abandono.

Como proteger os animais: as vantagens da castração

Como proteger os animais deve ser o principal objetivo ao se optar pela castração. O procedimento traz inúmeras vantagens tanto para os bichinhos quanto para os tutores.

Veja os principais benefícios da castração:

  • Diminui o risco de doenças das vias uterinas;
  • Reduz a chance de fugas e brigas, que podem levar a acidentes graves;
  • Melhora o comportamento dos animais;
  • Proporciona melhor qualidade de vida aos bichinhos.

Outra ação que ajuda a combater a superpopulação de cães e gatos nas ruas é o incentivo a campanhas de adoção.

Ao estimular a posse responsável dos animais, há um aumento de consciência por parte dos tutores, reduzindo assim o abandono dos filhotes.

Leia tambémAbandono de coelhos: veja como proteger os animais de maus-tratos

Como ajudar os animais em situação de abandono

Uma das formas de ajudar animais abandonados é apoiar ações e causas sociais que atuam diretamente com o tema da proteção de animais.

O projeto Enquanto Houver Chance busca mudar a vida dos animais que vivem em situação de descaso e sofrimento nas ruas. A causa proporciona uma vida digna aos bichinhos resgatados, tratando-os e encaminhando-os para adoção.

Como todos os projetos sociais, o Enquanto Houver Chance precisa da ajuda de voluntário, além de apoio financeiro e doação de produtos para realizar o seu trabalho.

Você conhece a AltruS?

Criada com o objetivo de unir pessoas que querem ajudar com instituições que precisam de auxílio, a AltruS é uma plataforma online que estimula o altruísmo.

A ferramenta apoia diversas causas que vão desde como proteger os animais até a ajuda aos refugiados. Clique aqui e confira todas as causas apoiadas.

Para quem quer ser voluntário, o processo é bem simples. Basta escolher o projeto que deseja ajudar, preencher o formulário e colocar a mão na massa.

Também é possível cadastrar causas para receber ajuda. O procedimento também é fácil. Basta preencher esteformulário.


;
;